skip to content

UFOP no Jequitinhonha

Na última semana, a equipe do Programa UFOP no Jequitinhonha fez mais uma viagem ao município de Berilo, onde desenvolve projetos na área de saúde, alimentação escolar e geração de emprego e renda. Essa viagem contou com professores e alunos dos cursos de Farmácia e Turismo.

Um dos projetos busca identificar e tratar pessoas com doença de Chagas. O trabalho acontece já há alguns anos e é coordenado pela professora Marta de Lana, do NUPEB. Foi montada uma pequena estrutura no Hospital Municipal de Berilo para atender aos chagásicos. Na sexta 10 e no sábado 11 foram feitos exames de raio X e eletrocardiograma em alguns pacientes, além de colhidas amostras de sangue para os exames laboratoriais que são feitos na própria UFOP.

Em outro projeto, estuda-se a possibilidade de incentivar o turismo na região, considerando a riqueza cultural do Vale e a importância do corredor formado por três cidades próximas e que tem profunda identidade histórica: Berilo, Chapada do Norte e Minas Novas.

A professora Vera Guarda, da Escola de Famácia e da Cátedra Unesco na UFOP, junto a bolsista do curso de Turismo, fez uma reunião com lideranças quilombolas de Berilo e Chapada do Norte para conversar sobre o assunto. A cultura negra tem forte presença em toda a região. Atendendo a demanda da comunidade, a UFOP ofereceu um pequeno curso de elaboração de projetos, para que os grupos consigam organizar suas ideias e apresentar reivindicações a instâncias de apoio e fomento.

Equipe da UFOP em reunião com lideranças quilombolas.

Veja também

Sua ideia pode virar um empreendimento

15 Agosto 2018

O professor André Luís Silva, do Departamento de Engenharia de Produção da Escola de Minas, desenvolveu e coordena o projeto Labor. Nesse projeto, alunos de graduação são treinados para prestar consultoria a todos que possuem uma ideia ou empreendimento em andamento. No Labor, os consultores irão auxiliar as pessoas a...

PROEX seleciona novamente estagiários de Jornalismo

14 Agosto 2018

A PROEX abriu novamente inscrições para a seleção de alunos do curso de Jornalismo interessados em fazer o estágio obrigatório do curso, não remunerado, atuando na área de Comunicação da PROEX. Serão ofertadas 3 (três) vagas de 20 (vinte) horas semanais, totalizando 340 horas no 2º semestre letivo de 2018. Podem se...