skip to content

UFOP se reúne com a Prefeitura de Brumadinho

“Temos certeza de que a UFOP pode contribuir muito para ajudar Brumadinho nesse
momento tão difícil”. Foi assim que Nery Braga, chefe de Gabinete do prefeito daquela
cidade, fechou a reunião na Faculdade ASA, no dia 26 de fevereiro, em Brumadinho.
Nos dias seguintes ao desabamento da barragem, a reitora professora Cláudia Marliere
encaminhou ofício a diversas instâncias do Poder Público – inclusive a Prefeitura de
Brumadinho – manifestando o interesse da UFOP em contribuir para diminuir os impactos
da queda da barragem.

Logo depois, professores e técnicos-administrativos de diversas áreas da Universidade
responderam ao chamado da Pró-Reitoria de Extensão para conversar sobre possíveis ações
no município atingido.

A visita a Brumadinho foi o 1º passo concreto da UFOP nesse sentido. Participaram da
reunião o pró-reitor de Extensão, prof. Marcos Knupp, e os professores Paulo Vieira
(Engenharia Urbana), Cristina Maria (Biodiversidade, Evolução e Meio Ambiente), Adriana
Mesquita (Serviço Social), Cláudia Martins Carneiro (Farmácia) e Adivane Terezinha Costa
(Engenharia Geológica), além de Carolina Souza Andrade (doutoranda da UFOP e servidora
da Prefeitura de Mariana) e Flávio Andrade (técnico da PROEX).

Pela Prefeitura de Brumadinho participaram o chefe de Gabinete e os secretários municipais
de Desenvolvimento Social, de Turismo e Cultura, de Educação e de Obras.
Há uma preocupação grande dos representantes do Executivo Municipal no tocante à
massiva cobertura da imprensa em geral. Segundo eles, a mídia ressalta apenas os aspectos
negativos do ocorrido, deixando de noticiar esforços e conquistas resultantes da ação de
uma rede de instituições no enfrentamento do fato.

Foi instalada uma força-tarefa composta por Prefeitura, empresa Vale, Ministério Público,
Advocacia-geral do Estado, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil outras entidades
e órgãos. Esse grupo centraliza as discussões e encaminhamentos.

Os participantes de encontro estabeleceram alguns consensos. A recuperação ambiental
dependerá de um esforço de décadas. A assistência às famílias atingidas é um desafio de
proporções desconhecidas. O movimento do turismo, uma das fontes de renda e emprego
do Município alternativas à Mineração despencou.

Segundo a professora Cláudia, é fundamental que se inicie de imediato um trabalho visando
prevenir e combater consequências da queda da barragem na saúde da população, num
trabalho de médio e longo prazo.

O prof. Marcos informou sobre algumas ações de Extensão e Pesquisa desenvolvidas pela
UFOP em Mariana por ocasião da queda da barragem da Samarco, que poderiam ser
replicadas em Brumadinho. O pró-reitor fala ainda da postura assumida pela Universidade
de abrir diálogo com o Poder Público e com as famílias atingidas, por reconhecer que essas
são as instâncias legítimas para trabalhar.

Ficou claro que a universidade pode contribuir em diversas áreas. A instituição não tem
recursos financeiros para as iniciativas, mas oferece o conhecimento acadêmico e científico
para subsidiar as ações do Poder Público.

Uma das decisões da reunião é a realização, em Brumadinho, da próxima edição do Fórum
Permanente de Sustentabilidade das Cidades Históricas. Esse evento reúne especialistas que
trabalham pela preservação e valorização do patrimônio histórico, cultural e ambiental das
cidades históricas mineiras, bem como pelo fortalecimento do turismo como elemento
agregador e catalisador do desenvolvimento econômico dos municípios.

Além disso, foram identificados quatro eixos de possibilidade para trabalhos em conjunto:
recuperação ambiental, saúde, turismo e serviço social. Os professores da UFOP iniciarão um
diálogo setorial com as Secretarias Municipais para identificar ações que possam ser
desenvolvidas.

Veja também

Resultado parcial da seleção de bolsistas do programa "Bolsas Santander Graduação"

16 Setembro 2019

A PROEX informa quais os candidatos estão aptos a realizarem a entrevista para o programa "Bolsas Santander Graduação" nos dias e horários indicados no edital. Para mais informações, confira o edital .

Um Campus Aberto só da meninada!

13 Setembro 2019

No dia 01 de setembro, a escola de Educação Fisica realizou a 2ª Volta da UFOP, dentro das comemorações dos 50 anos da universidade. Paralelo à Volta, aconteceu mais uma edição do o Campus Aberto, projeto de extensão coordenado pelo prof. Héber de Paula. Mais voltado para crianças, o evento foi denominado "Campus Aberto...

Calouros e alunos do Morro Santana no Trem da Vale

13 Setembro 2019

Coordenado pela professora Maria do Carmo Pires, do Departamento de Turismo, e com apoio da PROEX, o Passeio de Trem tem como objetivo trabalhar a Educação Patrimonial nos espaços das estações do Trem da Vale de Ouro Preto e de Mariana, e nos percursos que o trem realiza nas sextas-feiras. O projeto envolve alunos...